Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças!
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007
Espirros
Toda a gente sabe o que é um espirro, essa expulsão súbita e sonora de ar pelo nariz provocada por uma qualquer irritação da pituitária.
Pois, desde sempre, este vosso amigo foi muito achacado a constipações e à emissão de ruidosos e irreprimíveis espirros.
Às vezes saíam em rajada, o que não era muito simpático socialmente, mas vinha sempre a desculpa:
- Maldita constipação!
Até a minha mãezinha, que já lá está, me dizia amiúde:
- Ó rapaz! Tu parece que és feito de caca de passarinho.
Confesso que até achava graça pois vindo de quem vinha quasi que parecia um elogio.    
Com a adolescência essa irritante propensão foi-se diluindo e acabei por me tornar bastante normalzinho.
No entanto, quando me aproximava do meio século de vida, houve um recrudescimento da tendência espirradora, o que muito me irritava pois, nas situações mais inconvenientes lá podia vir uma daquelas séries infindáveis.
A conduzir, o pára-brisas e o tablier ficavam todos salpicados de perdigotos.
Numa importante e formal reunião ou quando usava da palavra em público, lá tinha eu de me desculpar e mais uma vez usar a fórmula:
- Maldita constipação!
Quando ía a um espectáculo, nomeadamente daqueles em que o silêncio tem de ser total, como um concerto de música clássica, chegada a vez dos pianíssimos começava a imaginar o que poderia acontecer se alguns invasores penetrassem nas fossas nasais e pusessem toda a gente a olhar para mim como se fosse um alien. Chegava mesmo a pensar que o maestro poderia mandar parar a orquestra e, virando-se para mim, dizer, com um sorriso:
- Santinho!
Pior seria se se tratasse de um tipo mal-humorado e em vez disso ordenasse a minha remoção da sala.
Como as situações de espirros continuados e altissonantes fossem aumentado de frequência, pensei que se poderia tratar de um problema de alergia.
E lá fui consultar uma médica imuno-alergologista que me detectou uma má relação com os ácaros, me medicou com dois sprays nasais e me convenceu a tomar uma vacina, por aplicação sub-lingual de umas gotas, durante três anos.
E foi dizendo:
- Sabe! Com a idade o sistema de defesas do organismo vai-se tornando menos eficaz e começam a aparecer alguns problemas. Eu própria já sinto que o meu sistema imunitário está com deficiências no funcionamento.
Como se os problemas dela me preocupassem alguma coisa!
Estão quasi passados os três anos e começo a constatar que, se durante uma boa parte do ano estou melhor, no início da primavera e, sobretudo, do outono, tenho sempre uma crise de espirros e pingo nasal.
Lembrei-me de escrever isto porque estou numa dessas fases em que...
 
Aaaaaatchim!!!!...Atchim!!!!...Atchim!!!!...
 
E lá vou eu limpar os perdigotos do monitor do PC....


publicado por António às 13:40
link do post | comentar | favorito
|

28 comentários:
De amigona a 16 de Novembro de 2007 às 20:16
Estou contigo António! Tenho uma alergia qualquer que me fazespirrar vezes sem conta!!! Beijo...


De António a 16 de Novembro de 2007 às 21:11
Então vamos fazer um dueto.
Eu espirro mais grave e tu mais agudo.
ah ah ah

Beijinhos


De Maria Papoila a 16 de Novembro de 2007 às 20:49
Olá António:
Pois é essas médicas que falam dos problemas delas para convencer os doentes ... looooool.... mas já agora, na primavera e Outono para além dos espirros fico com as palpebras feitas num "oito" ... looool... o que vale é que não sou tua médica... eheheheh
Beijos


De António a 16 de Novembro de 2007 às 21:14
Olá, Papoila!
Eu também acordo todas as manhãs com as pálpebras inchadas.
Menos de uma hora depois estou bem.
Em contrapartida, na cama não espirro e estou em calmaria total.
Enfim...

Beijinhos


De Paula Raposo a 16 de Novembro de 2007 às 22:37
As alergias são lixadas! Lolol
Agradeço ter-te conhecido numa altura em que os perdigotos não eram excessivos!! Ah ah ah atchimmmmm


De António a 17 de Novembro de 2007 às 04:02
Há sempre a possibilidade de andar com uma "burka"...

Beijinhos


De Paula Raposo a 19 de Novembro de 2007 às 16:02
LOLOLOL Para a próxima levo uma máscara...


De António a 19 de Novembro de 2007 às 18:14
Agora não há máscaras de Carnaval...haverá das de Natal?

Beijinhos


De Peter15 a 16 de Novembro de 2007 às 23:18
O que me vale é ter o ecrã a proteger-me.


De António a 17 de Novembro de 2007 às 04:03
Havia quem tivesse um escudo invisível, lembras-te?

Abraço


De nena a 17 de Novembro de 2007 às 13:24
..deus t'ajude!...hihihii


De António a 17 de Novembro de 2007 às 14:24
Hummmm...se estiver à espera disso...

Beijos


De leonoreta a 17 de Novembro de 2007 às 13:29
oi
ja ha muito tempo que nao virava para aqui quando ia á missa e de "modos que" la pus a escrita e aleitura em dia. o meu blog anda assim mais ou menos como o teu. escritos pensurados por falta de tempo e por falta de imaginação.
um dia destes...limpo-lhe o pó.

já agora...sabes de onde vem a históris do "santinho" quando alguem espirra?
(eu sei, li algures quando pegva num livro sobre a idade media e falava do "incubus")

beijinhos


De António a 17 de Novembro de 2007 às 14:27
Querida Leonor!
Obrigado pela visita.
Não faço ideia da história da génese do "santinho!".

Beijinhos


De leonoreta a 17 de Novembro de 2007 às 14:46
entao como nao sabes eu conto.
é sabida por todos a grande influencia de mitos propagados pela igreja catolica a fim de manter o medo pela vida nas populaçoes. uma forma de socialização "o que ca se faz ca se paga" por isso nao sejas mau senao ja sabes.
entao porque so havia deus e diabo por toda a parte quando alguem espirrava pensava-se que a alma saia do corpo e para o diabo nao a apanhar gritava-se logo santinho para ele, o diabo, ser afastado.
beijinhos


De António a 17 de Novembro de 2007 às 18:24
Tu espantas-me com tanta sabedoria...ah ah ah
Obrigado!

Beijinhos


De Brito Ribeiro a 17 de Novembro de 2007 às 14:50
Tenha a impressão que o "escudo invisivel era da Colgate. Ou seria do Ajax? Sei lá...
mas recordo-me do "atchimm! Santinho. Santinho não, pimenta! Pois, pois J. Pimenta"

Abraço


De António a 17 de Novembro de 2007 às 18:28
Acho que era da Colgate...
E o do J. Pimenta que construía na Reboleira, Amadora...ah ah ah.
Deve estar tudo degradado...

Abraço


De lena a 17 de Novembro de 2007 às 19:40
António meu amigo

entre o santinho, o pedido de ajuda e a falta de comentários, decide este para comentar

primeiro a cabana está por estar, nem tu gostas do que escrevo, por isso quando me apetece vou lá, depois ainda bem que a ajuda chegou, teria muito gosto de ter chegado a tempo para possibilitar uma ajudita, tenho o meu filhote no porto e ele é que comanda essas marés, agora os espirros, ando como uma pescada descongelada, sempre a pingar e aos espirros, tudo isso porque mandei à fava os tratamentos, mas desta vez foi muito sério fez-me ficar de cama a antibióticos.

por isso meu menino, vai postando, eu venho ler-te porque gosto e gosto a sério, quando leio, leio por inteiro, não em diagonais, detesto passar e dizer estive aqui, mas isso já tu sabes há muito. fica a promessa de escuteira, virei mais vezes assinalar a minha presença, nem que seja para te deixar uma pequena @--->---

vou dizer-te o que me fez afastar um pouco dos comentários, foram os “prémios”, não te passa pela cabeça como isso me afectou. a cabana foi criada para abrigar palavras que eram minhas, depois passar a colocar “prémios “ e mais prémios” deixou de ter o encanto que para mim tinha.
tive que me afastar por motivos de saúde e acabei por postar como uma tartaruga, os prémios esses começaram a ficar sem efeito e os comentários venham quando vierem, como sempre disse o que escrevo não é nada de especial, foi mais um teste à minha criatividade que não passou mesmo da cabana

hoje voltei a escrever tanto, como dantes sinal que voltei a estar em forma para comentar, mesmo assim dei-te uma pequena @----->---

o meu abraço de sempre e beijinhos para ti António

lena


eh eh eh , queria ver se me faltassem caracteres...

beijocas muitas e nada de deixar de postar e eu venho

lena


De António a 17 de Novembro de 2007 às 23:19
Minha querida Lena!
Já fui espreitar pela frincha da porta a tua Cabana e deixei um papelito na caixa do correio.
Vou falar sobre os prémios.
Eu recebi um primeiro (o Thinking Blogger Award) ao qual dei um certo relevo - ainda está lá em cima o bonequinho -.
Depois foram-me oferecendo mais alguns, que muito me lisongearam, mas todos rejeitei para não fazer disto um estendal...
Vai aparecendo que eu, mesmo ao sabor da vontade divina, irei escrevendo algumas coisas.
Tudo de bom para ti!

Beijinhos


De goreti a 17 de Novembro de 2007 às 20:20
Eu ainda sou pior...
Bj


De António a 17 de Novembro de 2007 às 23:21
Pois...já sabia!

Beijinhos


De a sua vizinha a 17 de Novembro de 2007 às 21:30
Ó vizinho, mete-me cá uma raiva quando nos começam dezer que é da idade proque já não temos resistências que as alergias, os espirros e outras coisas mais nos atacam! E odepois ainda se mostram como imxemplo! E que tmos nós com isso! Mas quando tenho esses ataques de espirros na paragem do autocarro ou já lá dentro, é que é giro ver a malta a afastar-se proque pensa logo que é constipação! Inté parece que andamos dentro duma estufa! Eu cá, pra falar verdade, não gosto deste tempo. Solinho de primavera e verão, isso é que é bom!!
Olhe, vizinho, li as suas coisas anteriores e acho que tem toda a razão em relação aos blogues. Eu qualquer dia fecho a "loja". Não tenho inspiração e acho que isto já não tem graça nenhuma. As suas melhoras!
Desculpe lá mas ainda não apredi a colocar o comentário como deve de ser. Burra velha não aprende línguas.... Aaaaaaaathiiiiim!


De António a 17 de Novembro de 2007 às 23:25
Minha querida vizinha!
Pois eu não vou fechar, embora tenha chegado a ponderar essa hipótese.
Como escrevi no post anterior, vou postando ao sabor da vontade divina.
Ao fim de três anos eu estou saturado disto e muitos leitores estão saturados de mim.
Mas não a aconselho a fechar o blog.
Deixe-o estar a marinar e quando lhe der assim a modos que umas ganas de escrever...escreva!

Beijinhos


Comentar post

Mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Este parte, aquele parte....

As fotos de 21 de Maio de...

O 21 de Maio de 2011

O meu terceiro livro (IV)

O meu terceiro livro (III...

O meu terceiro livro (II)

O meu terceiro livro (I)

É dos carecas que elas go...

Três meses depois...

As fotos de 15 de Maio de...

Arquivos

Maio 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Outubro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Outros blogs
Pesquisar neste blog
 
Visitantes
Hit Counter
Free Counter