Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças!
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007
As férias do Sr. Ó, da Guarda
O Sr. Epaminondas do Ó, da Guarda, era um jovem sexagenário, esquelético e frágil como o Tarzan, funcionário público numa empresa privada, que vivia só desde o seu feliz matrimónio.
O Sr. Ó resolveu fazer uma viagem de férias e para isso programou uma volta por Portugal, visitando Madrid, Paris e Roma.
No dia da partida chegou cedo ao aeroporto para apanhar a trotinete que o levaria pelo rio acima.
Quando chegou à capital da Patagónia dirigiu-se ao hotel previsto mas teve logo grandes problemas para estacionar a sua viatura; todavia, a sua fluência em aramaico salvou-o de uma situação que poderia ter sido embaraçosa e mesmo arrastá-lo para as masmorras do Escorial.
Depois de três dias nesse ponto da visita voou de bicicleta para a cidade da luz onde o nevoeiro era denso e impenetrável. A capital da Cochinchina era uma urbe de encantar e por lá andou vários dias e noites até que conheceu uma índia sioux que tinha vindo do Sahara e lhe ensinou a dança da chuva podendo assim lavar o nevoeiro com um duche celestial. Mas teve de comprar uma canoa onde seguiu para a cidade que fora capital do império mongol. Dentre as muitas coisas belas que apreciou não mais esqueceu a recepção dada pelo Dalai Lama que o convenceu a praticar yoga para o que teve de comprar uma bola e umas chuteiras.
As férias aproximavam-se do fim e o Sr. Ó, da Guarda, voltou à sua cidade Páscoa usando uns patins de quatro linhas.
No regresso ao trabalho contou aos colegas as suas aventuras e estes decidiram fazer, todos juntos, uma viagem idêntica, pela Internet.


publicado por António às 13:09
link do post | comentar | favorito
|

30 comentários:
De alice a 17 de Dezembro de 2007 às 15:29
olá, boa tarde. aqui estou, como combinado. em prol da verdade, diga-se que aquela foto não o favorece!

gostei de ler :) um beijinho.


De António a 17 de Dezembro de 2007 às 18:12
Olá, Alice!
Bem aparecida!
Este texto é um horripilante "non-sense" que não tem nada a ver com os mais significativos.

Beijinhos


De Paula Raposo a 18 de Dezembro de 2007 às 10:00
Um horripilante non sense. Acho que classificaste muito bem!! Beijos.


De António a 18 de Dezembro de 2007 às 12:41
Eu tenho a noção de quando faço coisas fracas!

Beijinhos


De a sua vizinha a 19 de Dezembro de 2007 às 21:36
Ai o que eu ri, vizinho! Achei um piadão a sua história!Quem me dera andar de patins de quatro linhas que ia já daqui para fora gozar o Ano Novo noutrs paragens. Isto por aqui estão muito charto, poça! Mesmo assim deixei cá umas coisas, quanto mais não seja para alegrar as vistas! Continue, vizinho António porque eu gosto desse estilo porque também sou LOUCA!

Quando puder, entender e quizer, passe por aqui:

www.hojeeamanh.blogspot.com


De a sua vizinha a 19 de Dezembro de 2007 às 21:37
Desculpe lá tanto erro mas é o que faz a pressa!

Bjs.


De António a 19 de Dezembro de 2007 às 21:51
Obrigado pela visita, ó vizinha!
www.hojeeamanha.blogspot.com
é um novo blog?
Bom!
Vou espreitar.

Beijinhos


De a sua vizinha a 19 de Dezembro de 2007 às 22:19
Espere lá que me enganei no endereço. Embora possa ir através da Andorinha:

www.hoeeamanh.blogspot.com - HOJE E AANHÃ. É sim senhor, é um novo blogue. Agora deu-me práqui!


De António a 20 de Dezembro de 2007 às 10:04
Já lá fui, minha querida!

Beijinhos


De leonoreta a 20 de Dezembro de 2007 às 15:11
ola antonio.
continuo a dizer...
para ser do contra?
nao propriamente.
mas como dizia
continuo a dizer
é facil ler fácil e, comentar fácil, com duas ou tres palavras, so para se dizer que se leu mas que afinal nao se leu.
assim
coniinuo a dizer...
tentem fazer igual... ou melhor.
beijinhos


De António a 20 de Dezembro de 2007 às 19:43
Querida Leonor!
Obrigado pelo teu comentário.
Para mim é fácil escrever coisas destas e não lhes atribuo grande valor.
Mas, se calhar, é mais dífícil do que me parece...não sei!

Beijinhos


De sophiamar a 20 de Dezembro de 2007 às 19:30
Ai que confusão, ó meu querido António. L.i tudo e o pobre do Ó, da Guarda, deve ter ficado sem o esqueleto. É que mesmo andando só de avião não teria ficado pouco fatigado mas o pobre homem experimentou de tudo. Ficou desfeito. E eu desfiz-me a rir.
Beijinhossssss para o Sr Eng. António, da Maia. Que não é esquelético!


De António a 20 de Dezembro de 2007 às 19:46
Obrigado pelo comentário, Isabel!
Isto anda tudo tão parado que, de facto, cada vez a vontade de escrever coisas mais consistentes é menor...

Beijinhos


De sophiamar a 21 de Dezembro de 2007 às 21:47
Não te preocupes com a quantidade dos comentários. Vai escrevendo e , se me permites uma opinião, escreve aquelas histórias curtas que tão engraçadas eram. Tinham um desfecho inesperado, uma sequência muito bem estruturada, prendiam-nos até ao fim. O número de comentários pouca importância tem na medida em que eu creio que haverá pessoas que nem lêem os posts o que não acontece contigo. Quem aqui vem , lê mesmo. Aqueles que não "têm tempo", que partiram, que prometem vir e não vêm,deixa, que façam boa viagem.
Tenho pena que isso te desmotive e te leve a desistir do blogue.
Tenho momentos em que isso também me apetece fazer mas por outros motivos.
Irei ficando e terei imenso gosto em passar por aqui. Começa já a pensar numa história para o novo ano, por favor.
Desejo-te um Natal cheio de saúde, alegria, paz e pão na mesa. Com toda a família reunida.

Beijinhossssss


De António a 22 de Dezembro de 2007 às 08:29
Olá, Isabel!
Claro que preocupo.
Mas há pior: o número de visitantes reduz-se a olhos vistos.
Mas, como já disse, continuarei a escrever...quando Deus quiser.

Tudo de bom!

Beijinhos


De apps a 20 de Dezembro de 2007 às 23:11
leitura colectiva... uma delícia! beijo *ap


De António a 20 de Dezembro de 2007 às 23:22
Faltou dizer que a viagem pela net seria de auto-pulman...

Beijo


De Caiê a 20 de Dezembro de 2007 às 23:25
Fartei-me de rir com esta história! Não te conhecia esta faceta e fazes mal em não a explorares mais. Tens muito jeito!
Olha, "também eu de ti" (em resposta ao teu comentário n'O Mundo que até me fez corar!).


De António a 21 de Dezembro de 2007 às 13:01
Olá, C.!
É o terceiro texto non-sense que escrevo nos últimos tempos.
Faço-os com muita facilidade mas se abusar começam a saturar.
Tem de se doseados com conta, peso e medida.

Obrigado pelo "também eu de ti"...

Beijinhos


De TV a 21 de Dezembro de 2007 às 17:24
Neste Natal, eu quero que o Pai Natal lhe dê imensa inspiração para no próximo ano continuar a escrever tão bem como até agora.

Bom 2008 e Feliz Natal


De António a 21 de Dezembro de 2007 às 18:41
Agradeço e retribuo.
Só não sei que TV és: RTP1, RTP2, SIC, TVI, etc.

Beijos ou abraços (conforme...)


De António a 21 de Dezembro de 2007 às 18:43
Ora bolas!
Faltou o ponto de interrogação.

Só não sei que TV és: RTP1, RTP2, SIC, TVI, etc.?

Assim está lindo...


Comentar post

Mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Este parte, aquele parte....

As fotos de 21 de Maio de...

O 21 de Maio de 2011

O meu terceiro livro (IV)

O meu terceiro livro (III...

O meu terceiro livro (II)

O meu terceiro livro (I)

É dos carecas que elas go...

Três meses depois...

As fotos de 15 de Maio de...

Arquivos

Maio 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Outubro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Outros blogs
Pesquisar neste blog
 
Visitantes
Hit Counter
Free Counter