Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças!
Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009
Elegância e saúde

Quem me conhece pessoalmente há algum tempo sabe que sou de estatura baixa (1,66 m) e sempre tive um peso em harmonia com a altura.

Até aos quarenta e muitos anos pesava menos de 70 kg.
Todavia, a partir dessa idade comecei a aumentar lentamente a massa corporal, sobretudo na zona do ventre e cintura.
Por iniciativa própria alterei alguns hábitos alimentares e, porque os médicos me diziam sempre para caminhar pelo menos trinta minutos por dia para prevenir acidentes cardiovasculares, comecei a fazê-lo.
Mas isso não impediu que o peso fosse aumentando de forma gradual, sobretudo depois de ter deixado a vida activa, mesmo no final do ano de 2005.
Por duas vezes tive de levar um monte de calças a um alfaiate para as alargar na cinta. 
Quando me sentava na sala para ter o meu momento de televisão diário, após a meia-noite, deliciava-me com bolachas e chocolates em excesso. Percebi que era esse o pecadilho máximo que me fez subir para os 74 kg mas não conseguia deixar de o cometer.
Até que, no início do verão deste ano de 2009, num ápice atingi os 78 kg. 
Como tinha agendada uma consulta de rotina para a minha médica de família, a Dr.ª Lizete Oliva Teles, dei-lhe conta da situação. Ela decidiu então marcar-me uma visita à nutricionista do Centro de Saúde da Maia, a Dr.ª Gisela Morais.  
E no dia 10 de Julho lá fui eu…
A senhora mediu-me a altura, a cinta e a zona do rabiote, pesou-me e começou a fazer perguntas enquanto ia projectando uma dieta para eu perder 6 kg e assim vir para os 72.
Basicamente, passei a comer seis ou sete vezes ao dia, reduzindo muito as gorduras e açúcares e aumentando os vegetais crus ou cozinhados, sobretudo em sopa.
No final mandou-me ir lá seis semanas depois, mas ao fim de um mês já eu tinha atingido o objectivo, sem tomar drogas nem passar fome.
A 25 de Agosto fui novamente à especialista em nutrição que gostou da forma como eu me apresentava e sugeriu que baixasse agora até ao peso ideal para mim: 68 kg.
- Se não se importa já ficaria satisfeito se ficasse nos 70. Pode ser? – repliquei.
- Claro que sim! É um bom peso.
Fez-me ligeiras correcções à dieta e mandou-me lá ir a 13 de Outubro.
- As caminhadas e outros exercícios físicos não exagerados devem ser praticados com muita frequência – disse-me.
No momento em que escrevo ainda não chegou essa data mas há muito que estou estabilizado nos 69 / 70 kg.
Sinto-me muito bem, já gosto de me olhar no espelho quando estou nu ou quasi e o farto stock de roupa, nomeadamente calças e casacos, que não me servia está novamente apto a ser utilizado. A minha auto-estima aumentou.
- Verá que muitos parâmetros daqueles que são avaliados nas análises ao sangue vão ficar ainda melhores – avisou-me a doutora.
Quando fizer o meu check-up anual irei confirmar esta previsão.
Agora aprendi a comer e se o peso ameaçar uma subida já sei como a contrariar.
 
E, quando morrer, nem duvido que serei o morto mais elegante e saudável do cemitério.
 
(no meio de tudo isto, fazer umas asneiras de vez em quando é perfeitamente aceitável)


publicado por António às 14:30
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|

Mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Este parte, aquele parte....

As fotos de 21 de Maio de...

O 21 de Maio de 2011

O meu terceiro livro (IV)

O meu terceiro livro (III...

O meu terceiro livro (II)

O meu terceiro livro (I)

É dos carecas que elas go...

Três meses depois...

As fotos de 15 de Maio de...

Arquivos

Maio 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Outubro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Outros blogs
Pesquisar neste blog
 
Visitantes
Hit Counter
Free Counter