Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças!
Terça-feira, 3 de Junho de 2008
Afinal...eu escrevo mal!

Como os meus leitores mais assíduos já se devem ter apercebido, escrever para blogs é algo que já não me estimula.

Resolvi tentar publicar um primeiro livro de contos que incluiria vinte e três, ou seja, cerca de metade das Histórias Curtas que aqui fui deixando.
Na verdade, nunca me tinha passado pela cabeça publicar um livro. Mas desde que, mais ou menos por acaso, criei o blog em Fevereiro de 2005 e fui produzindo de forma intensa e aplaudida, acabei juntando bastantes textos que, na minha opinião, poderiam dar uns cinco ou seis livros. E se publicados em papel ficariam guardados de uma forma mais nobre e ainda render algum dinheirinho.
Há poucos meses recebi um e-mail da Papiro Editora e aproveitei para lhes propor a edição do tal livro de contos.
Eles mal devem ter lido o material que lhes mandei, mas imediatamente se mostraram interessadíssimos em publicar obras de tão grande qualidade (a adjectivação é deles).
A conversa cheirou-me a esturro e, depois de receber e clarificar a proposta leonina que me fizeram e que implicava que eu adquirisse quasi metade da edição ou que arranjasse patrocinadores que o fizessem por mim (estes poderiam vender os livros que comprassem com lucro de 30% e eu não via nem um cêntimo – e ainda apresentar as despesas no IRC ao abrigo da lei do mecenato), e após ter efectuado diversos contactos, concluí que deveriam procurar outro para vigarizarem.
Não estou obcecado por publicar para poder dizer ao mundo que publico livros. Não gosto dessas vaidadezinhas que vão alimentando os mercadores de letras.
Acabei por rejeitar a proposta deles, obviamente, pois ainda me recordo do significado de uma palavra que o meu pai me ensinou: dignidade!
Entretanto propus a publicação da mesma colectânea à Edium Editores, uma pequena empresa da zona.
O seu proprietário, o Sr. Jorge Castelo Branco, respondeu-me ontem dizendo que os meus textos não tinham qualidade para serem publicados.
Confesso que fiquei um tanto abatido, até pela forma pouco agradável como o senhor, certamente um intelectual de gabarito, me respondeu, tanto mais que já vi livros editados por ele que são absolutamente intragáveis.
Mas os verdadeiros intelectuais são assim mesmo: tem de se diferenciar da populaça, dos que gostam de ler coisas simples e claras.
Conclusão:
Vou desistir?
Ainda não!
Como não quero fazer edição de autor porque acho que isso é também um sintoma de vaidade, vou bater ao ferrolho de outros editores.
Tenho tempo!
Se aparecer algum que goste do que escrevo e queira apostar e arriscar em mim, óptimo.
Se não aparecer nenhum, então deixarei o meu espólio literário a esvoaçar rasgado em mil pedaços…
 
Nota
Se alguma pessoa que ler este desabafo me quiser indicar as coordenadas de um ou mais editores de textos de ficção em prosa, nomeadamente da zona do grande Porto, ficarei muito grato.


publicado por António às 22:14
link do post | comentar | favorito
|

41 comentários:
De Lumife a 4 de Junho de 2008 às 16:09
Já tardava esta visita mas o tempo não dá para tudo.

Sobre o assunto que expôe também fiquei surpreso pelo que diz do Sr Jorge Castelo Branco que conheço pessoalmente e de quem tenho melhor impressão.

Acho que a informação que a Papiro Editora lhe deu é idêntica à praticada neste mercado.

Edição de autor é de facto uma solução muito utilizada.

Mas não desista. Continue na procura doutros editores.

Um abraço amigo.


De António a 4 de Junho de 2008 às 18:15
Olá, meu caro!
Eu sei que as editoras, normalmente, impõe condições leoninas como a Papiro.
Por isso escrevi o que escrevi: se as coisas não forem como eu quero não há livros...ponto final.

Um abraço


De Brito Ribeiro a 5 de Junho de 2008 às 17:32
O problema é que não apresentas telejornais, não és comentador político, não és do jet set (adoro este palavrão), nem sequer dormes com nenhum gajo do futebol! De contrário tinhas tudo publicado, nem que fosse uma grande trampa. O que tambem não é o caso!

Abraço


De António a 5 de Junho de 2008 às 18:15
Mas eu vou dar a volta!
E, além de ir procurar algumas editoras, já tenho em mente um processo on-line inovador e ainda pouco conhecido em Portugal: o sistema on-demand em que as editoras tradicionais ficam a ver navios...
(nunca ouviste dizer que a necessidade aguça o engenho?)
Mas não tenho pressa!
Siga a banda e toca a música!
ah ah ah

Um abraço


De leonoreta a 5 de Junho de 2008 às 19:39
ola antonio.
força.
um dia e da caça
o outro e do caçador.
a interpretaçao de conceitos é sempre uma relaçao de estetica. o que agrada a uns nao agrada a outros.
penso que uma editora que vai muito no caminho do teu genero contiste e a pergaminho. ja tentaste?
nao custa nada atirar o barro á parede. pode ser que cole.
beijinhos


De António a 5 de Junho de 2008 às 21:54
Olá. minha querida!
A "Pergaminho"...obrigado pela dica.

Beijinhos


De leonoreta a 14 de Junho de 2008 às 21:34
por uma vez ter levado um raspanete teu agora andei á procura do meu sitio para comentar.
o comportamento colectivo tem caracteristicas diferentes do comportamento individual. ha de facto quem se esconda no meio dos outros revelando atitudes impensaveis quando sozinho. os que se mantem fieis a si mesmo, individual e em grupo, sao poucos.
mesmo estudando os comportamentos que podem ser medidos, nem a psicologia é uma ciencia exacta. tambem ela e uma ciencia humana.
dai nao haver receitas.
beijinhos e obrigado pelo teu comentario


De António a 14 de Junho de 2008 às 21:58
Xiiiiiiiiiiiiii...
Isto dava pano para estar a falar e escrever durante meses a fio...

Beijinhos


De Maria Papoila a 6 de Junho de 2008 às 17:40
Querido António:
Sei que paulatinamente vais levar o barco a bom porto e com as ruas condições.
Não nos abandones por aqui. Este é o teu livro virtual que podemos consultar e não gasta papel.
Falta de paciência para escrever? Não acredito...
Beijos


De António a 6 de Junho de 2008 às 18:58
Papoilinha querida!
Falta de paciência para escrever para o blog.
Há um tempo para tudo...

Beijinhos


De Vanda a 6 de Junho de 2008 às 19:06
A acção da Papiro Editora e a resposta do tal outro senhor até nem me surpreendem... infelizmente... Tive um grande AMIGO que desejou ver os seus poemas publicados em livro, o que só a título póstumo, e por iniciativa de um grupo de amigos, foi conseguido, numa edição limitada e que custou algum dinheiro....

Vê-se tanta gente a escrever (ou mandar escrever em seu nome), hoje em dia, livros ou textos sem qualquer interesse...e só porque realmente se tornaram públicos por qualquer razão mundana... E até me pergunto: mas porque haveriam de dar-te atenção a ti, que tens histórias bem escritas, bem delineadas, do dia-a-dia.... porquê?...

Incompreensivelmente, anda tudo ao contrário...
Mas estou verdadeiramente convencida de que conseguirás.... e se não conseguires, continua a escrever, porque eu e muitos outros (nisso já reparei) apreciamos...

FORÇA, Tony!

Um beijo
Vanda


De António a 6 de Junho de 2008 às 21:32
Obrigado pelas tuas palavras, minha querida!
Já tenho nova estratégia em marcha...
Mas como não tenho pressa...a coisa vai com calma.

Beijinhos


De Vanda a 6 de Junho de 2008 às 21:39
Devagar se vai... longe....
Bj
VR


De wind a 8 de Junho de 2008 às 13:56
Fazes bem en não te "venderes" e não entrares no jogo da exploração.
Vai tentando!
Beijos


De António a 8 de Junho de 2008 às 18:34
Olá, Isabel!
Ainda bem que concordas comigo!
Haja dignidade!

Beijinhos


De Xavier Zarco a 8 de Junho de 2008 às 15:20
Caro Senhor António Castilho Dias,
Acho curiosa, deveras curiosa, a referência que faz à minha editora, à minha porque sob essa chancela edito: a Edium Editores.
Conheço o senhor Jorge Castelo Branco o suficiente para desafiar o senhor António Dias a aqui colocar a resposta que o senhor Jorge Castelo Branco lhe enviou. Estou convicto que foi com lisura que lhe recusou a publicação.
E tanto assim é que, desde já, sem medo de ter de retirar daqui palavras, lhe digo o seguinte: "se não sabe ler, como quer saber escrever e, consequentemente, ser editado?"
Sem mais,
Xavier Zarco


De António a 8 de Junho de 2008 às 18:43
Pois aqui vai:

"Caro António Castilho Dias,
Antes de mais o meu pedido de desculpas pelo atraso na resposta prometida; o painel de leitores da edium é constituido por um conjunto de autores da editora que, conforme a sua disponibilidade, vai-me auxiliando na análise dos textos propostos a edição. Por não ter ainda nenhuma resposta, e face à sua insistência, dou-lhe a minha opinião.
Assim, lamento dizê-lo, não fiquei muito impressionado com os seus contos; a edium editores, ao contrário de muitas outras editoras, assume o risco editorial na grande maioria das suas publicações. Nesse sentido precisa de se precaver quanto à previsibilidade de vendas dos livros que publica e distribui e, muito francamente, tenho a dizer-lhe que já me passaram pelas mãos muitos outros trabalhos de autores não editados com melhor qualidade que o seu.
Perdoe-me a franqueza. Estou certo que se a Papiro Editores vai editar o seu livro será porque o conjunto de textos que lhe enviou foi mais bem conseguido que estes 23 que li ou então, será erro meu e peço-lhe então, desde já, as minhas desculpas.
Os meus respeitosos cumprimentos,
Jorge Castelo Branco"

Só espero que tenha tanta capacidade para ler nas entrelinhas como para insultar as pessoas na sua própria casa.

Passe bem!

(qualquer outro contacto que para aqui faça será apagado pois o considero "pessoa não grata")


De Paula Raposo a 9 de Junho de 2008 às 11:04
Pois não posso ajudar-te porque não conheço editoras aí na zona do Porto. Também já sabes qual a editora do meu livro e pronto, acho que sim, continua a batalhar...beijos.


De António a 9 de Junho de 2008 às 12:34
Minha querida!
Nunca ouviste dizer que quem ri por último é quem ri melhor?
Atendendo ao número cada vez maior de pessoas que escrevem e querem publicar, cada vez há mais novas editoras...é uma questão de encontrar uma que tenha à frente pessoas com categoria e sentido de negócio, porque há coisas que, se bem trabalhadas, vendem muito mais do que se pode imaginar.
Mas tu sabes como é o empresariado português, não sabes?
Ainda agora está a ocorrer um lock-out (portanto, uma ilegalidade) por parte de um sector dos empresário de transportes: quando estão à rasca, em vez de resolverem os seus problemas vão pedir dinheiro ao Estado, ou seja, de todos nós)

Beijinhos


De Paula Raposo a 9 de Junho de 2008 às 12:37
E a questão é que tu não escreves mal!! Beijos.


De António a 9 de Junho de 2008 às 12:43
Eu sei que não sou o Eça, nem o Aquilino, nem o Lobo Antunes.
Mas também sei que o que escrevo é do agrado das pessoas que apreciam leituras simples e escorreitas.
Os intelectualóides, esses não gostam...eu já o sabia!

Beijinhos


De amigona a 9 de Junho de 2008 às 12:29
Meu querido António não te posso ajudar mas se precisares de alguma carta de recoemndação é só pedires! Alguns desses editores não percebem nada ou, então, sabem-na toda!!!

Abraço...


De amigona a 9 de Junho de 2008 às 12:30
Desculpa escrevi mal "recomendação"...


De António a 9 de Junho de 2008 às 12:36
Muito obrigado!
Quando estavas a escrever isto eu estava a fazer uma lenga-lenga como resposta à Paula Raposo.

Beijinhos


Comentar post

Mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Este parte, aquele parte....

As fotos de 21 de Maio de...

O 21 de Maio de 2011

O meu terceiro livro (IV)

O meu terceiro livro (III...

O meu terceiro livro (II)

O meu terceiro livro (I)

É dos carecas que elas go...

Três meses depois...

As fotos de 15 de Maio de...

Arquivos

Maio 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Outubro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Outros blogs
Pesquisar neste blog
 
Visitantes
Hit Counter
Free Counter