Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças!
Domingo, 18 de Janeiro de 2009
Eu... poeta não sou... (IV)

 

Navegador eu sou

Há muito, muito tempo
Atravessei a vida
Senti perto a morte
Às vezes tive azar
E outras boa sorte
Em salsos oceanos
Amei e fui amado
Durante muitos anos
Enganei, magoei,
Também ferido fui
O mar ficou vermelho
O barco prosseguiu
Mas sempre fundeou
Em seguros abrigos
Encontrei amigos
De piratas fugi
Com tempo bonançoso
Ou louca ventania
Mas sempre a navegar
As vagas a galgar
A cara levantada
Olhar no infinito
Talvez a vida acabe
Sob uma tempestade
Ou num dia de sol
E grande calmaria


publicado por António às 14:58
link do post | comentar | favorito
|

24 comentários:
De Paula Raposo a 18 de Janeiro de 2009 às 15:42
Prefiro a tempestade...beijos.


De António a 18 de Janeiro de 2009 às 18:03
Olá, Paulinha!

Já sabia que preferias a tempestade.
Um maremoto, até!
ah ah ah

Beijinhos


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2009 às 17:08
Pois eu gosto de te saber, calmo e feliz!!!!!!!!!!!!!
Querer bem, passa por gostar de ver essa pessoa Feliz.
E que rica descrição de vida, em forma de Poesia..........
Bjo.


De António a 18 de Janeiro de 2009 às 18:04
Olá!
Obrigado pela visita e pelo comentário.

Beijinhos


De leonoreta a 18 de Janeiro de 2009 às 17:54
uauuuuuuuuuuuuu.
vida de marinheiro é assim mesmo.
eu nao sei porquenunca fui marinheira e nem conseguiria ser porque se enjoono cacilheiro... imagina noutros batéis.
mas calculo. o camoes queixava-se destas desventuras tambem.
mas olha... tá muito nice. keep going.
beijinhos


De António a 18 de Janeiro de 2009 às 18:08
Olá, Leonor!

Se enjoas no cacilheiro tens de ir no convés debruçada na amurada.
ihihihihih

Obrigado!

Beijinhos


De Gisela a 18 de Janeiro de 2009 às 18:08
Hoje é um bom dia para ler este poema!

Lindo ...

Muito bem!

Beijinhos*


De António a 18 de Janeiro de 2009 às 22:19
Olá, querida Gi!

Obrigado pelo teu comentário.

Beijinhos


De Graça Castro a 19 de Janeiro de 2009 às 10:07
Belo!
Há muito, muito tempo...ouvimos dizer: "depois da tempestade, vem a bonança"
Acredita, Tony !
Segue...rema sempre...e sê feliz, muito feliz!
A LUZ...está lá............
Beijinhos
:)


De António a 19 de Janeiro de 2009 às 22:18
Obrigado pelo teu comentário, Gracinha!

Beijos


De maria diegues a 19 de Janeiro de 2009 às 17:28
Poeta não és??????
Acho que não te sais nada mal.
Pobre de mim...como poderia querer competir contigo?
Beijinhos e continua que estou a gostar


De António a 19 de Janeiro de 2009 às 22:20
Sabes uma coisa, minha querida?

Aos meus poemas falta uma coisa: POESIA
ah ah ah

Beijinhos


De Maria Papoila a 20 de Janeiro de 2009 às 17:05
Querido António:
Como bom marinheiro... faz-te às ondas... navega por este mar...
Beijos


De António a 20 de Janeiro de 2009 às 18:43
Minha querida!
Já estou a navegar...mas devagar...ah ah ah

Beijinhos


De wind a 20 de Janeiro de 2009 às 23:32
Não está mãu.lololol
Beijos


De António a 21 de Janeiro de 2009 às 08:52
Pois...não está mau...está mauzinho...eh eh

Beijinhos


De primavera a 22 de Janeiro de 2009 às 10:48
Um dia, depois de termos dominado os ventos, as ondas e as marés...Aproveitaremos as energias do amor.
Tudo de bom.

Beijinho


De António a 22 de Janeiro de 2009 às 12:44
Olá, minha querida!
Obrigado pelo comentário.

Beijinhos


De Vanda a 27 de Janeiro de 2009 às 16:06
Caramba... para quem não apreciava poesia! Estás cá com uma veia!
Parabéns, Amigo... e continua... estou a gostar...

Bj Vanda


De António a 27 de Janeiro de 2009 às 17:55
É fraquinho, minha querida!
Mas foi feito com boa vontade...ah ah ah

Beijinhos


Comentar post

Mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Este parte, aquele parte....

As fotos de 21 de Maio de...

O 21 de Maio de 2011

O meu terceiro livro (IV)

O meu terceiro livro (III...

O meu terceiro livro (II)

O meu terceiro livro (I)

É dos carecas que elas go...

Três meses depois...

As fotos de 15 de Maio de...

Arquivos

Maio 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Outubro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Outros blogs
Pesquisar neste blog
 
Visitantes
Hit Counter
Free Counter