Irreverência, humor, criatividade, non-sense, ousadia, experimentalismo. Mas tudo pode aparecer aqui. E as coisas sérias também. O futuro dirá se valeu a pena...ou melhor seria ter estado quietinho, preso por uma camisa de forças!
Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010
É dos carecas que elas gostam mais

No verão de 2008 pareceu-me que estava a ficar com o cabelo, na zona frontal acima da testa, um pouco rarefeito.

Habituado a tantos anos de uma bela cabeleira, quer castanha escura quer, mais tarde, progressivamente grisalha, resolvi informar-me junto de um farmacêutico sobre algum produto que evitasse a queda do cabelo.

Recomendou-me a fricção com um líquido contido em ampolas, marca Dercos, da Vichy. Portanto, de uma linha de cosméticos e não um medicamento.

Fiz o tratamento e depois passei a usar com frequência um champô da mesma marca.

E, graças ao produto ou a um diagnóstico errado da minha parte, deixei de notar a eventual queda do cabelo.

 

Recentemente, no verão de 2010, notei novamente a mesma rarefacção capilar e no mesmo local da cabeça.

Resolvi fazer o tratamento Dercos mas, pouco tempo depois, pareceu-me que o espaçamento entre cabelos estava a aumentar.

Concluí que, desta vez, o tratamento Dercos não resultara.

Como sabia que era possível evitar a queda do cabelo (embora não fazê-lo nascer onde ele já desaparecera), falei com algumas pessoas que me recomendaram vários produtos. Um tanto baralhado, decidi fazer aquilo que era lógico e devia ter sido a minha primeira acção: ir a um dermatologista.

E assim, em finais de Setembro, fui eu falar com um médico que me mandou fazer umas análises ao sangue e tomar um comprimido por dia de Fonix. Saí do consultório todo satisfeito. Não ficaria careca nos próximos anos se o medicamento resultasse.

 

Dando uma olhadela com a memória pelos meus antepassados consanguíneos, pude observar que, do lado materno, as calvas existentes de que me lembrei eram de parentes por afinidade.

Do lado paterno, os loiros, como os meus três tios, começaram a ficar carecas pelos quarenta anos, precisamente na zona onde eu notei a modificação em mim; mas os de cabelo escuro, como o meu pai, só começaram a ter perda muito perto dos sessenta anos e ficaram sempre com algum cabelo até à morte.

Imaginei que estaria mais perto da linha do meu pai.

 

No dia seguinte à consulta médica encontrei um antigo colega de trabalho, o Ricardo, a quem falei no assunto. Ele, apesar de ter só trinta e seis anos, já dava mostras de ligeira calvície e disse-me:

- Não use esse produto porque tira o tesão!

E contou-me a conversa que tivera com a dermatologista que consultara. O medicamente era similar (mas numa dosagem vinte por cento inferior) a um outro utilizado no tratamento da próstata.

E mais me disse: que já usara o Fonix e sentira redução da libidus e mesmo da potência sexual. Parara logo a toma desse remédio que tinha um tão pouco interessante efeito secundário.

- Bolas! Mais vale careca que impotente! – disse eu.

E decidi não tomar mais nenhum comprimido para além do que já ingerira.

Chegado a casa, fui ler a bula que referia essas consequências mas sem dramatizar e indicando mesmo que isso só acontecia com um em cada cem utilizadores.

Resolvi ir novamente ao dermatologista para me esclarecer.

Claro que concluiu, como eu já o fizera, da impossibilidade de eu o usar. Não porque os efeitos referidos fossem significativos, mas porque eu já tinha o Fonix gravado no cérebro como medicamento maldito.

Decidiu receitar-me o Minox 5, um produto líquido que deveria utilizar para massajar todas as noites as zonas do couro cabeludo mais vulneráveis.

E assim fiz…

Quanto aos resultados… irei vendo quais são com o decorrer do tempo.

 

Uns dias mais tarde fui ao meu urologista para a consulta semestral de controlo da próstata.

Naturalmente que lhe falei no Fonix. Disse-me que o efeito sobre o comportamento sexual era mínimo mas, e como eu já pensara, que tinha um efeito mais gravoso: provocava a descida do PSA e os resultados das análises que faço a cada seis meses viriam falseados.

 

E assim acabou a história do Fonix.

 

Resta saber o que acontece com a utilização do Minox 5.

Uma coisa é certa: se resultar, muito bem; se não resultar, não vou usar mais nenhum produto para prevenir a queda do cabelo e deixarei que a natureza actue a seu bel-prazer.

Afinal não se diz que “é dos carecas que elas gostam mais”?



publicado por António às 14:49
link do post | comentar | favorito
|

25 comentários:
De wind a 15 de Outubro de 2010 às 15:59
Fonix, que isto de ter queda de cabelo tem que se lhe diga! lololol
Beijos


De António a 15 de Outubro de 2010 às 17:28
Olá, Isabel!
Sabes que a queda de cabelo está a aumentar nos homens e nas mulheres?
Os humanos do futuro (mas nessa altura já eu estarei a fazer tijolo há muito tempo) não terão pêlos na cabeça - dizem os sabichões.
Obrigado pelo comentário.
Beijinhos


De lis a 15 de Outubro de 2010 às 18:44
Óh meu querido, como sempre acabaste por me roubar um sorriso! Isto agora já há carecas aos 20 anos e outros até se fazem de propósito!
Não te preocupes, o ditado ainda dever estar com validade!
ah ah ah
Beijinho doce só por me animares!
Obrigada!


De António a 15 de Outubro de 2010 às 19:27
Obrigado pela visita e pelo comentário, minha querida!
E parabéns pelo teu aniversário.
O resto...é para nos rirmos daqui a 20 anos.

Beijinhos


De Maria da Luz a 15 de Outubro de 2010 às 20:18
Bem feito, a vaidade faz destas coisas.
Mas tu com essa idade de criança, ainda não sabes que quem te quer bem, quer-te de qualquer forma? Rsrsrs....................Beijinhos!!!!!!!!!!!!!


De António a 15 de Outubro de 2010 às 21:16
Olá!
A calvície não é uma doença, e muito menos depois dos 60 anos. Por isso, se o produto que estou a usar não resultar vou deixar a natureza seguir o seu curso.
Afinal é dos carecas que elas gostam mais, não é verdade?
(estive a referir-me a homens e não a mulheres)

Beijinhos


De Leonor a 15 de Outubro de 2010 às 20:18

Meu amigo
Os teus textos continuam a ser formidáveis! Não há nada como fazer um pouco de humor!

Não há dúvida que o nosso cabelo é precioso! Quanto á frase.... não me diz nada. Não é o cabelo que faz o homem. Não tenho preferências! ahahahah!!!!!!


De António a 15 de Outubro de 2010 às 21:19
Olá, Leonor!
Obrigado pelo teu comentário.
De facto, depois de um primeiro impacto menos agradável já começo a habituar-me à ideia de que, mais cedo ou mais tarde vou ser mais ou menos calvo.
Afinal isso é tão normal...

Beijinhos


De Anónimo a 15 de Outubro de 2010 às 21:39
Olá António,

Realmente só mesmo tu para me fazeres sorrir ao ler o teu texto.... Estás a ver como com tanta vaidade corrias o risco de ser pior a emenda que o soneto!!!!
Deixa que a natureza se encarregue desse facto e continua a viver a vida!
Beijinho grande amigo,
Raquel


De António a 15 de Outubro de 2010 às 21:57
Olá, Raquel!
Obrigadinho pela visita e pelo comentário.

Beijinhos


De Leonor a 15 de Outubro de 2010 às 23:04
aahahhahahah...fonix! sem tesão não carago! ahahahaha


De António a 15 de Outubro de 2010 às 23:10
Ó minha querida!
Nem que seja preciso usar capachinho e Viagra...ah ah ah

Beijinhos


De madalena a 15 de Outubro de 2010 às 23:04
Olá António.Sou a Madalena(amiga da Netuxa).Li a história do doente da bola-achei os nomes dos protagonistas um mimo-e agora as desventuras do amigo careca.Gostei de ambas, mas felizmente que apenas partilho da maleita grave de que sofria o nosso Geno.A não ser que o AVB e os moços se portem mal e eu, lá para maio, tenha que me arrepelar toda.Obrigado e um beijo grande.


De António a 15 de Outubro de 2010 às 23:13
Olá, Madalena!
A Netucha falou-me de ti.
Obrigado pela visita e pelo comentário.
E...
...viva o glorioso FCP!!!!

Beijinhos


De Anónimo a 16 de Outubro de 2010 às 12:53
`´E caso para se dizer ....FONIXXXXXXXX


De António a 16 de Outubro de 2010 às 13:01
Pois é, pá!
Já sei quem és...eh eh

Abraço


De António a 16 de Outubro de 2010 às 14:09
Enganei-me!
Afinal não sei quem és.


De Paulo-TVedras a 16 de Outubro de 2010 às 19:22
Ola Antonio.
Pois eu tbm acho k nao devias te preocupar tanto com a queda do cabelo e deixar a natureza seguir seu caminho,mesmo que o ditado ainda esteja valido hehehe.
So fui cabeludo ate ir á tropa,dps nunca mais gostei de usar cabelo grande, uso curtinho, e ja pensei em rapar mesmo tudo eheheheh
Mas espero sinceramente que o tratamento resulte, se é k fazes assim tanta questao.
Abraço
Paulo Martim


De António a 16 de Outubro de 2010 às 21:14
Olá, Paulo!
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Se o tratamento não resultar...a vida continua.

Abraço


De leonoreta a 24 de Outubro de 2010 às 14:47
uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.
se o mal vem do lado materno.......... não há nada a fazer.
está provado cientificamente.
mas eu acho que estás a exagerar. com 60 anos ainda tens imenso cabelo.

olha! eu cá tenho experimentado de tudo para evitar as rugas e elas aparecem na mesma.

tenho de arranjar um espelho mais fosco.

beijinhos


De António a 24 de Outubro de 2010 às 17:38
Olá, querida Leonor!
Qual a diferença de vir do lado materno ou paterno?
Por acaso há mais casos de calvície do lado paterno,
Mas também te digo que o Minox 5 parece resultar.
Ainda me vai nascer uma juba leonina - depois mando foto...eh eh

Beijinhos


Comentar post

Mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Este parte, aquele parte....

As fotos de 21 de Maio de...

O 21 de Maio de 2011

O meu terceiro livro (IV)

O meu terceiro livro (III...

O meu terceiro livro (II)

O meu terceiro livro (I)

É dos carecas que elas go...

Três meses depois...

As fotos de 15 de Maio de...

Arquivos

Maio 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Outubro 2010

Agosto 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Outros blogs
Pesquisar neste blog
 
Visitantes
Hit Counter
Free Counter